FAQs

As perguntas mais frequentes e as respectivas respostas.

Sobre Subsector Algodoeiro de Moçambique


1- Quais os sectores que produzem o algodão em Moçambique?
Cerca de 97% da produção do algodão provém do sector familiar, isto é, operadores da classe I e II, sendo o restante produzido pelo sector empresarial.

2- Porque é que o Estado continua a fixar o preço mínimo do algodão-caroço?

A organização dos produtores e o seu conhecimento da dinâmica do mercado é incipiente e, para o Estado defender os seus interesses, ainda continua a fixar o preço mínimo do algodão-caroço. Por outro lado, a fixação do preço mínimo está em conformidade com o Artigo 6 do Decreto no. 8/91 de 23 de Abril, o qual preconiza que os orgãos compententes do Estado, sob proposta do IAM, fixem anualmente o preço de compra ao produtor.

3- O algodão-caroço é processado localmente?

O algodão-caroço produzido no país é processado em 13 fábricas de descaroçamento, das quais são duas novas (Morrumbala e Sanam-Namialo) e a terceira beneficiou de maquinaria a da Manga.

4- Para onde o algodão Moçambicano é exportado?

O destino do algodão Moçambicano é diversificado, sendo na Europa (Portugal e Alemanha, Ásia (Indonésia, Índia, China, Taiwan, Singapura, Vietmane, Bangladesh, Malásia)

5- Que requisitos são exigidos para ser exportador do algodão?

O Regulamento para a cultura do algodão (Diploma Ministerial no. 91/94 de 29 de Junho) define claramente os requisitos. Para o efeito, qualquer entidade singular e colectiva pode exportar o algodão desde que esteja inscrito no IAM e tenha a respectiva licença de exprotador junto do Ministério da Indústria e Comércio.

6- Que organismo classifica o algodão fibra?

O IAM é o organismo responsável pela classificação da fibra e, neste mandato, conta com 4 salas de classificação localizadas nas cidades de Maputo, Beira, Nampula e Montepuez.

Contactos

Av. Eduardo Mondlane, 2221 - Maputo   +258-21-431015/6   This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Sobre Nos

O Instituto do Algodão de Moçambique (IAM) é uma instituição pública tutelada pelo Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar e criada pelo Decreto n° 7/91, de 23 de Abril, cujas atribuições e competências constam do Decreto n° 36/2015, de 31 de Dezembro.