IAM DISCUTE SOBRE CERTIFICAÇÃO DE SEMENTES POLICLONAIS E MUDAS

Sobre o lema “Por uma investigação de amêndoas, efectiva, integrada e sustentável” o Instituto de Amêndoas de Moçambique (IAM), realizou nos dias 19 a 21 de Maio, na província de Maputo, uma reunião técnica de investigação para discutir sobre registo de clones e certificação de semente policlonal e mudas do cajueiro.

Trata-se de um encontro que, reuniu técnicos do IAM, cujo abertura foi dirigida pelo Director Geral Instituto de Amêndoas de Moçambique, Ilidio Bande, que no acto da sua intervenção disse que, o encontro visa garantir melhor alinhamento da proposta de registo de clones e certificação de semente policlonal e mudas de cajueiros, bem como aprimorar a metodologia de sua operacionalização.

Para o Director, Ilidio Bande espera que, com a discussão ora iniciada, a equipa consolide a norma técnica sobre produção de sementes de castanha de caju e desenhe as normas técnicas sobre registo de mudas e certificação de semente policlonal do cajueiro.

“Espera-se que a equipa proponha critérios para a certificação do campo de produção de semente policlonal e/ou da semente policlonal, para viabilizar a tecnologia; bem como elabore descritores mínimos do cajueiro, documento que compreende as bases que irão permitir avaliar genótipos de cajueiro para fins de melhoramento e identificação de variedades”.

Para o titular da pasta do IAM, considerando que, a investigação de amêndoas é essencial para o desenvolvimento do País, a sua implementação continua sendo um desafio, principalmente devido à insuficiência de recursos humanos, materiais e financeiros para a operacionalização do Programa de Investigação de Amêndoas e garantir a sustentabilidade do agro-negócio do caju.

Next Post

Nampula espera produzir 74 mil toneladas de castanha de caju

Ter Mai 25 , 2021
O Instituto de Amêndoas de Moçambique em Nampula garante que, apesar da queda tardia de chuvas na presente safra, a província vai alcançar a meta de produção de 74 mil toneladas de castanha de caju. Na última campanha agrária, a província de Nampula produziu e comercializou cerca de 67 mil […]