Governo de Gaza desafia o sector privado local a investir na massificação da castanha de caju

O Governo de Gaza desafia o sector privado local a investir na massificação da castanha de caju que é tida como uma das culturas de bandeira deste ponto do país. O apelo foi feito pelo Secretário de Estado da província, Amosse Macamo, durante uma visita aos campos de produção.

Segundo o Secretário de Estado o fomento da castanha de caju passa pela exploração integral dos campos de produção que não são devidamente aproveitados na província de Gaza. “A terra é para quem trabalha. Nós não temos neste momento problemas de espaço, mas quando chegar a altura de termos constrangimentos de espaços havemos de ir atrás de todos aqueles espaços que foram ocupados e que não está a se fazer uso”, disse.

No distrito de Manjacaze, alguns produtores já apostam na produção da castanha de caju. “Nós esperamos com investimento… aumentar as nossas áreas de produção de cajueiros”, disse um dos produtores da castanha de caju, Castigo Langa, com uma área total de 50 hectares desta cultura de bandeira na província de Gaza.

Fonte:Diarioeconomico/15/09/2021

Site: https://www.diarioeconomico.co.mz/2021/09/15/negocios/agronegocios/gaza-sector-privado-desafiado-a-investir-na-massificacao-da-producao-da-castanha/

Next Post

Preço de Referência para Produtores da castanha de caju aumenta 16,2% para campanha agrária 2021/2022

Sáb Set 25 , 2021
A 1ª sessão do Comité de Amêndoas consensualizou que o Preço de Referência para os Produtores da castanha de caju aumenta para 43 Meticais durante a campanha agrária 2021/2022. “O Preço de Referência ao Produtor traduz a vontade expressa do Governo de assegurar que todos os actores da cadeia de […]